Substituindo o tendão

Publicado em 11/08/2016 00:00
Substituindo o tendão

 

Trocando o tendão

 

Escrevi recentemente uma matéria recomendando a manutenção e troca frequente do tendão no conjunto do Pé-de-mastro. Mas como diz o ditado, casa de ferreiro, espeto é de pau...

Apesar de ainda não apresentar fissuras que indicassem o início de uma rachadura e consequente ruptura, existia um embarrigamento e deformação que me convenceram a trocar o tendão. Diga-se que este tendão já possuía quase 02 anos de utilização e já havia passado a muito tempo o prazo recomendado para sua utilização.

Durante a substituição, resolvi bater fotos da sequencia para instruir aos que tem duvidas sobre como realizar a manutenção.

Inicialmente, é necessário possuir um tendão de reserva e uma ou duas chaves do tipo Tellep (Sextavado Interno). Conforme marca e modelo do pé-de-mastro, pode ser necessário a utilização de tipos distintos de ferramentas.

 

 

O meu (Chinook), necessita de apenas uma Tellep. No caso de serem necessárias duas chaves, deve-se utiliza-las conforme a imagem abaixo.

 

 

Após terem sido removidos os parafusos de fixação, separam-se as partes e remove-se o tendão velho. No caso do tendão já estar rompido e um pedaço ficar alojado dentro do encaixe, pode ser necessário a utilização de um objeto pontiagudo (chave de fenda fina já serve), para espetar o pedaço remanescente e retira-lo por completo. Cuidado para não resvalar com esta ferramenta e se machucar.

 

 

Limpe (lave) todo o conjunto. Uma boa ideia é neste momento aproveitar e fazer a manutenção da folga inferior da base do pé-de-mastro. O conjunto deve girar livremente e de maneira que eventuais grãos de areia não impeçam seu funcionamento. Mas a folga não deve ser excessiva.

 

 

Remonte o conjunto seguindo a ordem inversa à de desmontagem. Observe que eventualmente pode ser necessário aumentar o diâmetro da furação do tendão, para adequar este furo ao diâmetro do parafuso utilizado.

Uma boa dica para aumentar o diâmetro desta furação, é inserir o tendão completamente em seu alojamento. Os furos (pequeno do tendão e diâmetro correto da peça), devem estar alinhados. Com uma furadeira e uma broca no mesmo diâmetro do parafuso de fixação, aumente o diâmetro do furo existente, utilizando o furo da peça de plástico como guia. Atenção para não forçar lateralmente para danificar a peça. Utilize broca afiada e correta para a função, que pode ser a de aço rápido, normalmente utilizada para furar ferro.

 

 

Se tiver condições, o correto é aumentar o diâmetro deste furo em bancada, fixando o tendão numa morsa e utilizando furadeira de coluna.

Veja nos exemplos abaixo, tendões que provavelmente montados não representam o seu estado real de vida, e que no entanto após desmontados, mostram toda a deformação e consequente diminuição de vida útil (risco) a que sujeitam o velejador.

 

 

Bom velejo com tranquilidade a todos.

 

Bons ventos,

 

Carlos Jürgens

 

comments powered by Disqus