8 duvidas sobre quilha Freeride – Respondidas!

Publicado em 17/03/2015 00:00
8 duvidas sobre quilha Freeride – Respondidas!

 

8 duvidas sobre quilha Freeride – Respondidas!

 

Pretende comprar uma nova quilha de freeride, mas não tem certeza qual será a que melhor atenderá às suas necessidades? 

A quilha é um dos itens mais importantes para todo windsurfista e pode alterar completamente a resposta de sua prancha. Caso você não estiver 100% satisfeito com sua prancha ou quiser adaptá-la para diferentes condições de velejo, trocar a quilha pode ser a resposta.

Pio Marasco da MFC (Maui Fins Company) responderá a seguir algumas questões interessantes sobre quilhas de freeride dando-lhes uma excelente base para a escolha de sua próxima quilha.


Qual deverá ser a orientação de minha quilha – mais para velocidade ou freeride?

Depende. Existem diferentes tipos de quilhas freeride. Nós as chamamos freeride ou freerace. As freeride são projetadas para uma melhor manobrabilidade, enquanto as freerace derivam totalmente do design e shape das race, e portanto sua orientação é velocidade.

 

O que determina esta diferença?

Ângulo em relação à base, perfil e formato externo (reta, curva, etc...).

 

 

As freeride possuem uma inclinação para trás um pouco mais pronunciada, permitindo manobrabilidade e manuseio mais facilitados. O perfil é orientado para velocidade e o desenho externo não é tão extremo. A quilha precisa ser muito fácil de controlar para qualquer velejador. Este é o maior desafio! Projetar uma quilha que qualquer velejador irá apreciar.

Uma quilha freerace possui menor inclinação em relação à sua base, o perfil é muito orientado para velocidade e o desenho externo é mais extremo (até mesmo reta) permitindo alcançar maiores velocidades.

O formato externo da quilha é uma parte muito importante do design de uma quilha. Ele determina a área de atuação da quilha e consequentemente, em conjunto com seu perfil, gerar a força de sustentação (Lift) que fará a prancha planar, alcançar grande velocidade e orçar com mais ou menos esforço.

 

Qual tipo de quilha é mais fácil para o jibe?

A quilha com bastante curvatura para trás é melhor para o jibe. Quanto maior a curvatura para trás ou maior o angulo nesta direção em direção à base, maior será a manobrabilidade (até um certo limite).

Quilhas retas com pouca inclinação em relação à sua base facilitam o planeio e a orça. Porém quilhas retas geram mais Lift em ventos fortes, então os velejadores precisarão aprender a lidar com esta característica.


Por que ocorre o spin out e quais quilhas reduzem este efeito?

O spin out, ou cavitação ocorre pela formação de bolhas de ar próximo ao perfil da quilha.

Isto pode ocorrer em alta velocidade, ao aterrissar de um salto, ou quando você estiver seguindo outro velejador muito próximo a ele.

Spin out também ocorre quando você estiver com quilha muito pequena em relação à vela e prancha. Se você estiver usando uma quilha pequena numa prancha e vela grandes, colocando pressão no seu pé de trás irá aumentar as chances de spin out, pois você não terá área suficiente para sustentar esta pressão. Isto criará ar próximo à quilha que irá gerar a cavitação e você perderá o controle.

 

Como saber se minha quilha é muito grande?

Você terá muito Lift.

Você perderá controle muito rápido, o bico da prancha levantará muito rapidamente e toda a prancha acompanhará esta subida assim que uma rajada tocar sua vela.

Você pode velejar sobre-velado e com uma quilha um pouco maior, porém deverá ser um velejador muito forte e experiente. Quando isto ocorre, um erro comum é o velejador abrir a vela. Você precisa ser forte e manter sua vela fechada, bem caçada e tentar arribar um  pouco para aumentar o controle. Abrindo a vela, perde-se totalmente o controle.


Como saber se preciso trocar minha quilha para maior ou menor?

Mais vento, velas e quilhas menores.

Menos vento, velas e quilhas maiores.

Tamanho de vela e de quilha são parceiros quase que inseparáveis.

Você precisa de Lift para iniciar a planar. Se você tiver 15knots de vento e estiver velejando com sua prancha de 120 litros, vela 7.5 e quilha de 30cm, você poderá ter problemas em iniciar a planar. E também no controle. A quilha é muito pequena. Você colocará pressão no seu pé de trás, o vento encherá sua vela e aparentemente irá iniciar a planar... mas oopps... Spin out! A quilha é muito pequena e não consegue lidar com o torque gerado pela vela e pelo nosso pé traseiro. Este é um problema muito comum.


Pranchas diferentes utilizam diferentes tipos de quilhas, esclareça por favor.

Sim, pranchas para ondas requerem quilhas para ondas, pranchas de freewave, quilhas de freeride e por aí afora...

Mas você pode usar quilhas de onda em prancha de freewave se quiser mais manobrabilidade. Isto irá melhorar suas manobras, porém o preço será menor velocidade final.

Voce pode também usar quilha de freewave na sua prancha freeride para melhorar a manobrabilidade.

Bem, voce pode na realidade fazer o que quiser... Esta é uma regra normal. O que não podemos é fazer uma quilha que atenda a todas as características.


Velejadores pesados deveriam usar quilhas diferentes em relação a velejadores leves?

Sim, devem. Velejadores pesados precisam usar quilhas 2 a 4cm mais longas que velejadores de peso leve. Esta é a razão pela qual não temos tabelas de recomendação de quilhas em nosso site. Tudo dependerá do volume de sua prancha, tamanho da vela e seu peso.

Recebemos muitos email de velejadores pedindo ajuda na escolha da melhor quilha para suas pranchas. Eu pessoalmente respondo a todos. Consideramos peso normal até os 80/85Kg. Deste ponto em diante voce inicia na classificação de velejador pesado.

O equipamento que um velejador de 100Kg utilize em ventos fortes é com certeza bom em ventos fracos para um velejador de 65Kg. A razão desta afirmação é o volume da prancha e o tamanho da vela.

O velejador de 65kg estará apto a voar com ventos fracos porque a prancha irá boiar mais e terá mais poder de Lift. Mas no momento que o vento aumentar, ele terá problemas no controle da prancha justamente em função de seu peso.

 

Se eu tiver 2 tamanhos de quilha para uma prancha, qual deveria ser a diferença de tamanho entre elas?

O recomendável é manter esta diferença entre 4 a 8cm no max. Por exemplo, se você pesa 80Kg, poderia ter uma quilha 32/36cm para ventos fortes e uma 42/46cm para ventos fracos.

 

Fonte: http://boards.mpora.com/features/the-ultimate-guide-to-freeride-fins.html#3QxW3TfMR5xgOJKf.97

 

Bons ventos a todos,

 

Carlos Jürgens

 

comments powered by Disqus